O que está por trás da Cor do Ano?

O que está por trás da Cor do Ano?
Nem todos sabem, mas a escolha da Pantone parte das 12 cores mais usadas pelos estilistas da NY Fashion Week de setembro, por ser uma das semanas de moda mais conectadas ao “espirito do tempo”. A Pantone indica o Classic Blue e diz que serenidade coragem e entardecer é o que está por trás da escolha. E dessa vez a cor Classic Blue também apareceu nas 12 cores mais usadas pelos estilistas da London Fashion Week, um grande sinal. Afinal esses profissionais estão sempre conectados com o comportamento humano, pois vestir-se é se comunicar-se. Uma demonstração da importância da indústria da moda para todas as outras, como fonte de tendências.
A Pantone explica que há nada aleatório nem bola de cristal, mas sim uma escolha baseada no estudo de comportamento e cultura global. Uma cor que representa o “zeitgeist” do momento.
O Classic Blue é uma cor clássica, que todos podem usar, em qualquer estação e que combina com diversas outras cores. Assim como o céu que todos podem ver, de qualquer lugar.
Um comportamento que vem crescendo cada vez mais, assim como a estampa xadrez, pois as pessoas querem mais peças atemporais! Uma contra tendência do fast fashion.
Outro ponto interessante é a semelhança do Azul Cerulean de 2000, quando a Pantone começou a eleger a cor do ano, pois vivemos um momento similar: a expectativa de uma nova era e a ansiedade pelo futuro. O Classic Blue é também a cor do céu quando está anoitecendo e algo está por vir…
Tem a questão da sustentabilidade por causa do pigmento índigo, que significa a busca de materiais naturais na moda.
Além disso, azul é a cor da comunicação, da conexão, da confiança… algo que estamos precisando nesses tempos de pós verdade.
Ela passa paz, tranquilidade, calma. É sofisticada, elegante, tradicional e contemporânea ao mesmo tempo, uma cor simples, mas forte.
O que você achou da escolha da Pantone?